RESULTADOS DO INQUÉRITO AO INTERESSE PELAS INICIATIVAS LÚDICAS E CULTURAIS DA AAAIO

No final de Outubro de 2016 a AAAIO lançou um Inquérito às associadas, e às antigas alunas (AA) em geral, para aferir preferências e receber sugestões de melhoria sobre quatro aspectos principais: divulgação, participação, grau de interesse e tipo de iniciativa.

Responderam ao inquérito 98 pessoas, a maioria das quais (98%) antigas alunas, prevalecendo a participação das associadas (67%). No universo de inquiridas estavam representados vários anos de entrada no IO, sendo a mais antiga de 1932 e a mais recente de 2009.

As associadas tomam conhecimento das iniciativas principalmente por email (antes do evento) e pela Revista Laços (depois), enquanto as não-associadas ficam informadas através do Facebook, por email ou por outras AA.

A maioria das inquiridas (63%) raramente participa nas actividades regularmente promovidas, embora as considerem interessantes (78%). As principais razões indicadas para a fraca participação são a distância e a falta de tempo, disponibilidade ou saúde. Foi ainda confessada alguma preguiça ou comodismo.

As oportunidades de convívio e a angariação de fundos são muito valorizadas nas iniciativas lúdicas e culturais da AAAIO, mas o mais importante para as inquiridas é a possibilidade de reencontro com outras AA e a preservação e divulgação da memória do nosso Instituto.

Das actividades actuais, a mais apreciada é claramente a comemoração do 14 de Janeiro, seguindo-se a do Dia da Antiga Aluna. As restantes festas regulares da AAAIO têm menos adesão ou são desconhecidas de grande parte das inquiridas. O concurso de fotografia, os concertos, os recitais de poesia e as palestras foram apontados entre os eventos não regulares que mais agradaram.

A preferência das associadas por novas actividades (entre a lista proposta no inquérito) recai sobre Reencontros de AA, Visitas guiadas a museus e monumentos, Caminhadas e Idas ao teatro, cinema e concertos. Dependendo da iniciativa e do preço, a maioria das AA (91%) está disposta a comparticipar nos custos eventualmente associados à sua implementação. No entanto, mais de metade das inquiridas mostra-se indisponível para organizar ou dinamizar estas ou outras novas actividades.

Entre as sugestões apresentadas destaca-se a necessidade de que as actividades lúdicas e culturais suscitem o interesse e incentivem a participação de um leque ampliado de AA, de todas as gerações. Foi, de certo modo, censurado o maior relevo dado às iniciativas envolvendo residentes do Lar Nova Casa, em prejuízo das verdadeiramente vocacionadas para as associadas. A descentralização e a realização de actividades ao ar livre são desejadas por várias inquiridas. No aspecto organizativo, foi apontada a necessidade de melhorar a divulgação e a conveniência de estabelecer parcerias com outras associações, bem como a criação de um grupo de trabalho específico para gerir e garantir a regularidade das actividades que a AAAIO se propuser desenvolver ou lhe sejam sugeridas por antigas alunas.  

(excerto do artigo publicado na revista Laços 3/2016)